FOTOS
descarte-lixo-tecnologico.jpg

Pesquisas realizadas comprovam que celular tem vida util de aproximadamente 18 meses.

ciclo.png

Com o crescimento da produção de aparelhos eletroeletrônicos e a rapidez com que estes aparelhos se tornam obsoletos, é absurdo o número de equipamentos que são substiuídos pelas pessoas, principalmente aquelas aficcionadas por tecnologia ou mesmo por força de suas profissões. Muitas pessoas doam ou vendem seus antigos equipamentos; mas, infelizmente, uma grande quantidade ainda vira lixo eletrônico.

avrsyn-pcb.jpg

O Brasil não dispõe de uma legislação federal para o descarte correto de lixo eletrônico, por isso uma montanha imensurável de baterias de celular, televisões, computadores, pilhas, aparelhos de celular e outros eletrônicos obsoletos, cuja vida útil é cada vez menor, ronda a população, trazendo prejuízos para o meio ambiente e para a saúde pública.

monitorrato.jpg

Os chamados lixos eletrônicos, são das mais variadas categorias, que vão de simples eletrodomésticos, até computadores, o qual ocupa maior parte desse lixo. O problema não é o aglomerado de computadores velhos e inutilizáveis, mas sim, o que os componentes eletrônicos que formam seu circuito podem causar sérios danos ao meio ambiente, por conter certas propriedades químicas e metais pesados, contendo em alguns circuitos até ouro. Para se ter uma idéia, por ano são produzidos 50 milhões de toneladas de lixo eletrônico.
Brasil tem problema de estrutura e legislação para enfrentar lixo eletrônico

tabela_lixo_01.gif
lixo-eletronico.jpg

Muitas pessoas entendem por lixo eletrônico os SPAM’s que são enviados em seus e-mails. Mas, quando você descarta um equipamento eletrônico que não possui mais utilidade, você está gerando um lixo eletrônico, também conhecido como “e-lixo”. São materiais como pilhas, baterias, celulares, computadores, televisores, DVD’s, CD´s, rádios, lâmpadas fluorescentes e muitos outros, que se não tiverem uma destinação adequada, vão parar em aterros comuns e contaminar o solo e as águas, trazendo danos para o meio ambiente e para a saúde humana.

1524180317_875c6df462.jpg

Lixo eletrônico pode virar trilho de trem.
Plástico descartado de computadores será utilizado na parte lateral da ferrovia.
Matéria prima é mais barata e duradoura.

CartazHudson.jpg
ewastetv.jpg

No âmbito da produção e do consumo, existem algumas medidas que se pode tomar para amenizar a situação. A primeira delas é o consumo consciente.

2008%5C10%5C29%5C11986161348G.jpg

Lixo eletrônico é a denominação genérica para todo tipo de descarte de equipamento eletro-eletrônico. Com o aumento contínuo na produção e consumo de eletrônicos, a quantidade desse tipo de lixo gerado a cada ano torna-se um problema cada vez maior. O lixo eletrônico não pode ser descartado junto com o lixo comum: o grande número de elementos tóxicos pode contaminar o meio-ambiente. Além disso, qualquer eletrônico é por definição um objeto recheado de conhecimento aplicado, e muitas vezes descartá-lo é desperdiçar esse conheciment.

capalixo.jpg

Jogar fora ou trocar um bem de consumo não é, decididamente, o melhor negócio para o ambiente. O descarte desenfreado desses produtos tem provocado problemas ambientais sérios, principalmente por aqueles aparelhos que contêm material de difícil decomposição na natureza, como o plástico, o metal e o vidro. E a situação piora muito quando os aparelhos contêm em sua composição, materiais pesados, altamente prejudiciais à saúde do homem e do ambiente, como pilhas, baterias e produtos magnetizados, que, ao serem descartados inadequadamente, liberam substâncias tóxicas que penetram no solo, contaminam os lençóis freáticos e, conseqüentemente, aos seres humanos

lixo-eletronico-mutirao.jpg

O lixo eletrônico composto por celulares, peças de computadores, TVs e rádios são compostos de metais tóxicos que podem contaminar o solo e até atingir os lençóis freáticos, contaminando a água, afetando tanto plantas quanto animais e os seres humanos.

Sites de onde foram extraidos as informações
acima:www.depositonaweb.com.br;deucurto.site88.net;www.cosmo.com.br/noticia/;
www.novae.inf.br;www.depositonaweb.com.br;funverde.wordpress.com;
g1.globo.com/Noticias/Tecnologi ;www.ambiente.sp.gov.br;drang.com.br;
lixoeletronico.org;www.cimm.com.br;idgnow.uol.com.br;www.extravase.com/;
blog.premiosergiomotta.org.br.

Unless otherwise stated, the content of this page is licensed under Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 License